domingo, 7 de junho de 2009

Inspiração Noturna.

Não, eu não vou usar frases feitas
Não sou assim, nunca fui
Carrego dentro de mim a minha mais pura verdade
Meu mais tímido poema de rimas infantis
Talvez amor, ou um sentimento estranho
Que entra pela minha porta, sempre entreaberta
Flores que em minha janela murcham e florescem mais lindas a cada dia
Que tudo fique bem, que tudo esteja bem
Mesmo quando eu enlouquecer
Com ou sem você
Mas sempre comigo
Que minha gaita toque um blues de esperança, mesmo melancólico
Espero me perder de mim mesma, para meu bem
Espero, no final, me encontrar

" Espero que a partida seja festiva
E espero nunca mais retornar " Frida Khalo

2 comentários:

Night Angel disse...

Rafa, junta os seus poemas e eu junto os meus. O que você acha de um livro com co-autoria? pensa que depois a gente vê isso. 100 poemas são o suficiente.

Rosamélia disse...

Que lindo o texto!Como essa minha florzinha está poetiza!!! E que poetiza maravilhosa!!!
Amei, parabéns...
"Espero me perder de mim mesma, para meu bemEspero, no final, me encontrar" Que paradoxo mais verdadeiro!!!
Lindo!!!