quarta-feira, 10 de junho de 2009

Então... Fique.

Fique com seus livros
Seus conceitos, seus blefes
Fique com seu ego ferido
Sua tese, seu castigo
Fique com sua certeza estúpida
E suas fantasias sobre a vida
Fique com seu bem-estar
E sua camuflagem
Fique com tudo, covarde!
Fique confortável
Fique inconsolável
Fique só.

4 comentários:

Rosamélia disse...

Lindo!!!
Lindo!!!

Elayne disse...

Rafaela,
Adorei! Seu poema tem a cara do curiosidade, vou reservar um cantinho para ele, afinal... O que é bonito é para ser apreciado!
Beijos
Elayne

Jederson Rodrigues disse...

Très Bien!!
Adorei!
Parabéns!!

Lua da Paz disse...

Morri.