sábado, 16 de maio de 2009

O fim é só(?) o começo.

Talvez eu não tenha medido a dimensão do que escrevi no post "O fim é só o começo", afinal, não é uma palavra que caracterize fielmente o que vem a ser um começo.
E esse começo que enxergo agora é grande. É intenso.
Eu quis muito seguir meu coração e o fiz. Não foi como imaginava, mas fiz! Eis que agora tenho o mérito de dizer: "Tentei TUDO o que pude".
É estranhamente bom como sinto uma paz grandiosa dentro de mim hoje. Sinto um começo chegando. Um grande começo.
Quero viver; quero fazer novos amigos, me reaproximar dos velhos; quero começar a faculdade; quero fazer um curso de cerâmica; quero cantar; quero estar perto de quem amo; quero comprar roupas; quero escrever e enviar cartas; quero sair de casa; quero deitar sob uma árvore e entre suas folhas fitar o céu azul; quero me desprender de coisas que não valem a pena.
Porque o fim é um NOVO começo. Porque a vida é um ciclo, como uma música... Basta você escutar a melodia certa no momento certo, repetir as que te fazem sorrir, dançar e pular. Ouvir as que te fazem chorar apenas uma vez, para que você chore, afinal, precisa disso.
Basta você acreditar. Basta você querer. Porque querer já é conseguir a metade.


" There's something in the air,
I need it, I want more of it
A certain dive'll make it but
I don't, I'm loving it " (More of it - Leigh Nash)

Um comentário:

Lua da Paz disse...

Todo começo tbm é um fim e todo fim é recomeço.