sábado, 3 de janeiro de 2009

Sonho.

Naquele momento, me descolori
Minhas noites tinham céu avermelhado
Estrelas caindo como porpurina
Palavras soltas com o vento
Palavras mil, como o pensamento
Quando você chegou
Descolori, desprendi, me perdi
O céu estava preto e branco
Parecia cair
A habilidade com as palavras sumiu
Meus dedos já não tinham firmeza
E a afinidade com a caneta...
Nem sei, não lembro
Era o silêncio mais eloqüente
O vazio mais cheio de palavras.


Isso foi escrito há algum tempo atrás, mas não publiquei.
Agora vou usar, já que minha inspiração está momentaneamente fora do ar.

2 comentários:

Mithz disse...

Um sonho tive...
Pensei ter visto um sorriso em seu rosto brilhando em direção ao meu.
Sonho esse que não pude ver até o fim.
Acordei deste sonho bom, querendo grava-lo em minha mente...

Um dia completo isso... rs

Deycy disse...

"O vazio mais cheio de palavras."