sábado, 23 de fevereiro de 2008

A carta.

Olá, tudo bem?
Há quanto tempo não te vejo... Sinto falta daquele olhar sutil de menino engraçado. Escrevo essa carta para fazer a coisa mais idiota da minha vida, talvez eu nem devesse, mas vou fazer. Sabe, no dia que te conheci era uma quarta-feira, noite amena e abafada, você só sorriu pra mim.
Esse sorriso me despertou tudo que conhecia sobre beleza e encanto. Aos poucos você aparecia com mais freqüencia e mudava meus dias comuns... O suficiente pra me despertar a mémoria mil vezes. Era o ouvinte mais atencioso ao qual dedicava horas olhando fotos e conversando tímidamente. Cada foto, decorando cada traço, imaginando estar lá.
A última vez que te vi, não agüentei, te abracei tão forte! Acho até que pôde sentir como meu coração batia acelerado naquela noite, fiquei com muita vergonha e comecei a falar sobre o tempo, lembra?
Desde então, venho pensando em como dizer (ou não) isso tudo. Meus dias têm se passado com um inefável suspense, a olhar pro céu pensando que tu vês o mesmo que eu, e que as estrelas são brilhantes como as do meu, e que a música que você me ensinou a gostar continua no repeat do meu iPod, e que sonho com você quase todos os dias, você não diz nada nos sonhos, só sorri. Ando lendo livros que me fazem rir tanto! Uma risada gostosa, saudosa, uma saudade de coisas que jamais vivi.
Talvez você nem saiba de tudo que eu sei sobre você, mas eu sei muito, embora quisesse saber mais e mais, fazer parte desse mistério todo que te envolve.
Hoje, noite nublada, frio e solidão. Escrevo pra te dizer que venho buscando desculpas pra que eu combine contigo e você comigo, criando mil situações pra que nos encaixemos, pensando dias e dias o que te dizer.
O que existe é um sentimento que não é amor, mas é tão intenso quanto o amor, que faz meu corpo tremular, viver para o horizonte, uma rosa jogada ao mar!
Eu espero logo te ver, e que a coragem me tome pra que minhas palavras momentâneas saiam da minha boca em direção aos teus ouvidos.

3 comentários:

[xmitzx] disse...

Não sei o porque, mas me identifiquei com esse texto.

Tem partes nele que me faz lembrar algum momento que vivi e tenho vivenciado neste ultimo mês, muito engraçado "Escrevo pra te dizer que venho buscando desculpas pra que eu combine contigo[...]" diz muito essa parte.

Vou tentar comentar no texto anterior.

Night Angel disse...

Caramba,

Mulher vc não cansa de se euperar não é? Gostei do texto bem legal. Vc realmente tem bom gosto ^.^

bjinho viu?

Eiiiiiiiii Fiz um blog tmbm ^^

passa lá, bjaum.

PLENITUDE distro disse...

Rafaela,

blog legal o seu.

Visita os meus blog´s também. Os temas são bem diferentes, mas... fazer o que, né?

Abraço.

www.teologiasimples.blogspot.com [meu]

www.adeusigreja.blogspot.com
[eu e um amigo]