sexta-feira, 27 de junho de 2008

Ironia do destino.

Irônico é tudo em minha vida.
De uma maneira anestesiada e melancólica, tudo acaba em ironia.
Essa ironia não fere mais, só me paralisa.
Deixa tudo, esquece tudo, escuta só o silêncio bater nas paredes... Abraça a solidão.


Um beijo da pseudoescritora.

Um comentário:

[Mithz] disse...

Poxa esse texto tem muito a ver comigo esses dias.

Na minha vida muita coisa tem acabado desta forma.

Mas tenho lutado pelo que é meu ou o que vai ser meu.

Abracei a solidão para ser um pouco melhor do que tenho sido para mim mesmo, só assim tenho encontrado o que é bom para mim.

Acho que todos nó passamos por momentos assim, mas cabe a nós lutarmos para ser somento momentos e nada de algo demorado tem que ser sempre passageiro.