quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

As loucuras de Marrie Aine

Ela está sozinha, se sentindo um lixo, se sentindo mais gorda que uma elefanta... Ela grita um blues histericamente e balança a cabeça pensando que isso funcione pra deixá-la lombrada. Pobre Marrie Aine, ela comeu tanto chocolate hoje ! Acabou assim, hiperativa e deprimida.
Ela andou de bicicleta pela cidade hoje, era uma tarde fresca depois de uma chuva torrencial quando aquele cara liiiindo, Jhon Brando deu "oi" para ela. Marrie, distraída... Pobre coitada, atropelou um homem, caiu no chão e fingiu ter desmaiado, para que, pelo menos, Jhon Brando se preocupasse e não risse dela até morrer, sem contar que isso amenizaria sua vergonha.
A reação foi demorada, Jhon riu tanto que chegou a chorar. Quando viu que Marrie não havia se levantado do chão, foi socorrê-la... ela pensou que ele estivesse chorando de preocupação.
Marrie estava lá, suja de lama e com as bochechas vermelhas como uma rosa recém-desabrochada. Jhon como um tonto. Ela apaixonadamente envergonhada. Ele lindamente burro.
Marrie desapareceu.
E agora ela está sozinha, se sentindo um lixo, se sentindo mais gorda que uma elefanta... Ela grita um blues histericamente...


Calma, Marrie, calma...
[continua]

2 comentários:

[xmitzx] disse...

Esse é um belo texto, eu acho que sou meio parecido com esse Jhon Brando, eu iria rir até morrer, mas fazer o que né, eu as vezes não sou nem um pouco sociavel.

Foi você que escrever está estoria, eu tenho uma aqui só que não está acabada daí nem coloco no blog ainda.

plobrazx disse...

Ela bem q poderia cantar um blues do BB King!
Aposto como esse tal de Brando ía ficar doidão por ela!

:[ ]: