domingo, 16 de setembro de 2007

Perspectivas

É... Tem sido assim; suspirando e passando os meus mais longos dias do ano inteiro, dentro de ônibus a olhar a mesma paisagem, que parece sempre ter algo mais bonito ainda pra me mostrar, no cursinho, tirando fotos da lua, da rua, do meu allstar e do sol.


Dias em que o meu olhar aflora, tentando desenhar personalidades de pessoas, observando tudo e todos. Silenciando, mas ao mesmo tempo gritando meus sentimentos em apenas um olhar.
Então, essa paz me invade, me faz voar... Ao som de um velho banjo.

Hoje estou assim, diferente. Uma realista filha de uma boa mãe lendo poemas de Quintana e Gonçalves Dias, que é pra pensar um pouco. O coração se fere, mas não sinto mais dor.


Estagnada na divagação Machadiana de Dom Casmurro, o qual não consigo terminar de ler. É envolvente, complicado e sem sabor.




Juuuuuuro que estarei tomando conta do meu blog com mais carinho agora.








"Tudo que quer me dar
É demais
É pesado
Não há paz
Tudo que quer de mim
Irreais
Expectativas desleais"


Vanessa da Mata e Ben Harper

Um comentário:

[xmitzx] disse...

o engraçado de tudo isso é que quando acaba você sente falta, eu passei boa parte do trabalho na feira reclamando que eu não tinha mais calcanhar de tanto que doia do dia todo, mas agora que acabou eu sinto falta da correria.

reflita mais. leia mais. seja mais.

eu parei com o divina comédia, pelo menos por enquanto, estou lendo um livro que é bem legal sobre tipos de personalidades e relacionamentos profissionais e pessoais.